31 janeiro 2016

A necessidade de pedir perdão

(Imagem retirada do  Google com autoria no canto da própria imagem)

Oi amores tudo bem?
Estou sentindo falta de escrever no blog como fazia no início. Como no ano que terminou eu passei a gravar vídeos, acabei deixando os posts escritos meio que de lado e resolvi com esse início de ano voltar a escrever posts para vocês. Me sinto bem escrevendo e confesso que gosto bastante, consigo me expressar melhor.

Estamos no início do ano e nada como começar o ano mais leve, mais tranquilo e nada melhor do que tirar de dentro de nós tudo que nos traga mágoa e dor.
Eu sou Cristã e tento seguir ao máximo o que o meu Salvador Jesus nos ensinou no seu tempo aqui na terra, e quando pesquisamos ou simplesmente abrimos a palavra nos damos conta de como Ele mesmo disse, Cristo pregava o evangelho do arrependimento, do perdão e do amor. Sei por experiência própria que pedir perdão ou até mesmo perdoar não é tão fácil como parece.

 Hoje eu gostaria de falar um pouco com vocês sobre a minha opinião sobre a necessidade de PEDIR PERDÃO. Em um outro texto vou falar sobre PERDOAR, que também é muito importante e contribui para uma vida feliz. Estamos em um tempo onde as pessoas mesmo que muito educadas não tem mais o costume de pedir perdão, creio que as vezes preferem usar a palavra DESCULPE, ou até mesmo não se desculparem por acharem que isso faz uma situação humilhante e acaba diminuindo a pessoa.
Eu acredito que pedir PERDÃO não nos torna diminuídos, nem humilhados (em determinadas situações), mas sim pessoas grandes, iluminadas e mais aliviadas. O pedido de perdão significa reconhecer que fez algo que não agradou ou até mesmo deixou triste ou com raiva uma outra pessoa. O fato de pedir perdão é reconhecer a importância do outro nesse mundo, na sua vida e nos tornar iguais, pois se você se importa com algo que fez a outra pessoa e tem a coragem de assumir isso para ela vocês acabam tendo a mesma importância no seu coração e conseguimos praticar o que foi ordenado pelo próprio Jesus: “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.” (Marcos 12:31)

(Imagem retirada do Google com autoria na mesma)

Eu sempre fui uma pessoa que não pedia perdão, não gostava do fato de me humilhar, de reconhecer que o outro estava certo, que eu não era perfeita como achava, e acabava sempre colocando a culpa de minhas atitudes em outras pessoas ou nas atitudes delas. Dessa forma eu acabei criando um mundo paralelo a realidade e um muro dentro do meu coração cheio de mágoas e acontecimentos do passado que me impedia de mudar, de crescer e de chegar verdadeiramente a outras pessoas.

Quando eu comecei a ler e meditar nas palavras da BÍBLIA, eu descobri que eu necessitava de pedir perdão pelos meus atos a Deus e as pessoas que machuquei, mesmo em situações onde também fui machucada, o que para mim era tipo “Chumbo trocado não doí”, “bateu, levou”. Mas não, eu acabei me esquecendo que cada pessoa reage de uma forma a tudo nessa vida, uns como incentivo, uns como âncora e que isso seria cobrado de mim um dia. Pois algo que para mim pode parecer pequeno ou inofensivo, para o outro pode ser enorme e destrutivo e eu devo me importar com o próximo e entender a sua dor, para que assim possamos conviver bem.

E lógico que ninguém neste mundo é perfeito, sempre vamos ter conflitos, sempre vamos ter atritos, opiniões diferentes e consequentemente vamos nos machucar. A diferença não está em nunca errar, mas sim em reconhecer seu erro, ou a sua parte do erro e ter a humildade de pedir PERDÃO ao próximo. Pois se você não pede perdão, não reconheceu seu erro, não ficou triste por magoar o próximo e vai acabar fazendo novamente e novamente a mesma coisa com essa pessoa e com outras também.
Já pararam para analisar em como pessoas que não pedem perdão, se acham os donos da razão e sempre tem os mesmos tipos de conflitos com várias pessoas? E como nunca são o lado errado da história? Infelizmente acabamos caindo em um ciclo vicioso e vamos afundando em um abismo de erros, com espelhos que nos mostram o nosso enorme ego que nunca erra. E por isso pessoas boas vão se afastando de nós e chega um momento na vida onde todos vão arrumando desculpas e nos evitando até ficarmos completamente sós, sendo consideradas como uma pessoa desagradável e que as pessoas não fazem mais a mínima questão de ter por perto. Mas lembre-se existe uma saída: PEÇA PERDÃO, VOLTE ATRÁS, não tenha medo de se assumir como o errado, não tenha medo de cair do seu pedestal imaginário. Tenha medo de terminar sozinho, de perder momentos bons, de se afastar de pessoas boas, importantes para você. A única chave que te tira do abismo é o pedido de PERDÃO. Apocalipse 2:5 diz: Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te, e volta à prática das primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei e tirarei do seu lugar o teu castiçal se não te arrependeres.

E se a outra pessoa me humilhar? Não aceitar meu pedido de Perdão? Fique tranquilo, a sua parte você já fez, Deus vai olhar por você e vai se alegrar disso.
PEDIR PERDÃO é necessário e PERDOAR também, mas PERDOAR é o assunto do próximo texto, e quero abordar os dois assuntos separados para que as pessoas possam entender que são duas ações totalmente distintas, mas ambas são importantes e libertadoras.


Espero que o texto ajude pelo menos uma pessoa, assim como entender a importância de PEDIR PERDÃO mudou minha vida, espero que mude a vida de pelo menos mais uma pessoa também.





Me acompanhe nas redes sociais:
                                                         



Um comentário:

  1. ... ferir e/ou sair ferido?/.. Em ambas as opções, querida Blogueira Sayury Mendes, vc abordou o tema de forma exemplar. Excepcionalmente coerente e belo (eu diria)!/. Que importância vc deu ao gesto sublime do PEDIR PERDÃO (ainda q não obtenha as respostas desejadas). É ele o auxília (imediato) ao coração de quem alcança essa possibilidade em caminhar na direção do Próximo*, assim, como Mestre nos ensinou!/. Bravo!!!/. Que texto brilhante em ensejar aproximarmos os corações por quanto ainda q para isto tenhamos q alcançar e atinjir a apenas 1 pessoa*.. isso já seria o suficiente, sublime ao alívio.. ao remédio# e a sensasão de PAZ e Graças q seriam sentidos (... e espalhados) a TODOS em redor e q a amamos tanto!//.. Todos desfrutariamos desse benefício, quando na verdade bastaria 1 (um) gesto: caminhar ... e pedir.. PEDIR PERDÃO!!... Oooaaa, q venha esse momento a todos, q de uma forma ou de outra ainda se encontrem engessadas em sua prepotência, em sua petulância e indiferença. O próximo tema já está anotado e vejo, por tanto carinho q sinto ao ler a esse, q virá cheiiiinho de Milagres"; de bênçãos e de boas novas. Que venham mais pedidos... e que possamos sentir ainda mais o frescor do PERDOAR!!//. Distintos sim.. mas conclusivos, congruentes e sindéticas os temas, na habilidade de um só sentido: desfazer uma situação, q somente Ele*.. e o pedido revestido de Glórias a quem perdoa poderão tornar possiveis os melhores e verdadeiros sentimentos. Hummm.. Pedir!//. Perdão/. Conceder/. Perdoar/.. Muito feliz em saber q tão pequeninos gestos surtam tamanha centelha .. e luz@/. Nos dois: Deus estará presente. Amem!!/. Bjão sua linda!.

    ResponderExcluir

© By Sayury Mendes - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Tatiana Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo